Contraponto Editora
Product ID: 745208329
Product SKU: 745208329
New In stock />
 Teoria da argumentação jurídica

 Teoria da argumentação jurídica

FRETE GRÁTIS

Marca:  Contraponto Editora Referência:  9788578661212


Por:
R$ 63,00

ou 12x de R$ 6,50 com juros Cartão Hiper - Vindi
Simulador de Frete
- Calcular frete
Argumentar juridicamente sempre pareceu_x000D_ misterioso ao leigo. Por vezes se_x000D_ tem a impressão de que os juristas,_x000D_ como os sofistas, sempre colocam a linguagem_x000D_ a serviço de _x000D_ interesses ou objetivos preestabelecidos. Outras_x000D_ vezes, mais como pregadores moralistas,_x000D_ parecem depositar uma fé exagerada_x000D_ na crença de que através de argumentos_x000D_ se poderá realizar a justiça_x000D_ substantiva no direito.

_x000D_ Este sintético e provocativo livro, diferentemente_x000D_ de outros que focalizam_x000D_ fundamentalmente a dimensão normativa_x000D_ ideal da argumentação jurídica (isto_x000D_ é, como os juristas deveriam argumentar),_x000D_ pretende oferecer ao leitor uma_x000D_ descrição da argumentação jurídica_x000D_ como ela é. Em outras palavras, explicar_x000D_ como profissionais do direito argumentam tipicamente_x000D_ e como juízes chegam_x000D_ a uma decisão judicial.

_x000D_ Este viés metodologicamente realista_x000D_ bem se ajusta às premissas teóricas_x000D_ positivistas que os autores didaticamente_x000D_ explicitam. Para eles, há fundamentalmente_x000D_ dois modos de argumentar, ?o_x000D_ modo institucional, limitado por regras e_x000D_ procedimentos previamente estabelecidos_x000D_ em fontes dotadas de autoridade, e_x000D_ o modo substantivo, baseado em considerações_x000D_ morais, políticas, econômicas,_x000D_ sociais etc.?

_x000D_ Para eles, a argumentação_x000D_ jurídica é predominantemente institucional._x000D_ Isto demarca os limites da objetividade_x000D_ e da indeterminação parcial do_x000D_ direito. Ou seja, o direito não é nem um_x000D_ domínio do ?vale-tudo principiológico?,nem se confunde com as argumentações_x000D_ morais substantivas.

_x000D_ Esta obra é importante por apresentar_x000D_ ao leitor brasileiro uma teoria articulada_x000D_ da argumentação jurídica bem_x000D_ adaptada ao positivismo jurídico contemporâneo._x000D_ Isto não é pouco, em particular_x000D_ para a cultura jurídica brasileira,_x000D_ ainda difusamente marcada por_x000D_ um positivismo kelseniano no qual não_x000D_ há espaço para uma teoria da argumentação_x000D_ jurídica mais elaborada. Este_x000D_ livro é mais do que oportuno por realizar_x000D_ sua tarefa com elegância, simplicidade_x000D_ e clareza, e certamente será de_x000D_ enorme proveito para estudantes e profissionais_x000D_ de direito.

_x000D_ Ronaldo Porto Macedo Junior

_x000D_ Professor titular da Faculdade de Direito_x000D_ da USP e da Faculdade de Direito da FGV - São Paulo


_x000D_ Fábio Perin Shecaira é professor adjunto_x000D_ da Faculdade Nacional de Direito_x000D_ (UFRJ); professor dos programas de_x000D_ Pós-Graduação em Direito (PPGDUFRJ)_x000D_ e Filosofia (PPGF-UFRJ); doutor_x000D_ em Filosofia (McMaster University, Canadá);_x000D_ Pesquisador visitante em Harvard_x000D_ (2011).

_x000D_ Noel Struchiner é professor adjunto do_x000D_ Programa de Pós-Graduação em Direito_x000D_ da PUC-Rio; pesquisador da Faperj e do_x000D_ CNPq; doutor em Filosofia pela PUC-_x000D_ -Rio; Pesquisador visitante em Harvard_x000D_ (2004) e em Brown (2012)._x000D_

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Confira os produtos